Cuba Libre com Rum Carta Branca

Veja como fazer cuba libre com rum carta branca, além da receita completa com todos os ingredientes, aqui você encontra também um pouco da história de sua criação em Cuba por volta de 1898! Vamos ao preparo então?

Cuba Libre com Rum Carta Branca

Dados da receita
Categoria: Drinks e Coquetéis
Origem: Cuba

Tempo e rendimento
Preparo: 5 minutos
Cozimento: 0 minutos
Rendimento: 1 copo long drink

Informações nutricionais
Calorias: 217kcal por 100ml
Gorduras totais: 0.10g
Carboidratos: 15.33g
Proteínas: 0.18g

Ingredientes
1 dose de rum carta branca
1 colher de sopa de suco de limão
3 cubos de gelo
Refrigerante de cola para completar
1 rodela de limão para decorar

Preparo
Despeje o rum, o suco de limão e os cubos de gelo em uma coqueteleira;
Agite bem;
Transfira o conteúdo para um copo tipo long drink e complete com refrigerante de cola;
Decore com a rodela de limão e está prontinho para servir!

Truques da Cozinha

Cuba Libre com Rum Carta Branca
cuba,libre,rum,carta,branca,receita
551
Cuba Libre com Rum Carta Branca
18 de agosto de 2018

Origem da Cuba Libre

Fonte: Wikipedia

A história deste coquetel, assim como a grande maioria, também é feita de polemicas e controvérsias, mas dizem que surgiu durante a guerra de libertação da ilha de Cuba, em 1898.

A guerra teve início devido a destruição de um navio americano em Cuba, que até então era colônia da Espanha. Os EUA alegaram que o navio havia sido sabotado pelos espanhóis e exigia a independência de Cuba e outros países da região.

Após esgotarem-se todas as negociações para que a Espanha concedesse a independência de Cuba, os EUA então enviaram suas tropas para lutar contra o exército espanhol.

Entre os enviados para Cuba estavam o Capitão Russell e seus soldados, que além das armas, levaram também a Coca-Cola para a guerra.
Conta-se que lá o Capitão Russell solicitou uma dose de Rum e misturou com o refrigerante, bebeu com tanta satisfação que os soldados ficaram curiosos para experimentar a mistura e então brindaram por uma “Cuba Libre”.

O importante é que a combinação de Rum com Coca-Cola, abrandava o calor sentido pelos soldados durante a guerra e no pós-guerra foi muito consumido pelos americanos durante os verões que se seguiram.

Tudo muito bom, tudo muito bem, se não fosse um pequeno detalhe, segundo algumas fontes, a Coca-Cola só teria chegado a Cuba após a guerra, em 1900 e o Capitão Russell, voltou para os EUA ainda em 1898, temos aí um espaço de no mínimo 2 anos, assim como outros coquetéis, este também não tem data exata, pois existe sempre uma diferença nos dados históricos.

Durante a revolução cubana em 1950, tornou-se símbolo da luta socialista, pois durante os encontros dos socialistas bebiam-se Rum e Coca-Cola!

Compartilhe